fbpx
PUBLICIDADE


Bolsonaro aceita receber homenagem no Texas e quer encontrar George W. Bush

O presidente havia cancelado uma visita a Nova York para receber a premiação da Câmara de Comércio Brasil-EUA e trocou-a pela populosa Dallas

- Publicado no dia
(Foto: Ueslei Marcelino / Reuters)

De acordo com o Estadão, o presidente Jair Bolsonaro aceitou no fim da noite desta quarta-feira (8) ir aos Estados Unidos receber a homenagem como Personalidade do Ano oferecida pela Câmara de Comércio Brasil-EUA. O local, porém, mudou: seria a cidade de Dallas, no Texas. [1]

O Texas é um estado tradicionalmente visto como referência dos Republicanos. O presidente Donald Trump venceu as eleições de 2016 por lá, não por acaso. No entanto, a cidade de Dallas, uma das mais populosas do país, é um reduto Democrata, onde Hillary Clinton derrotou o atual presidente com 66% dos votos contra apenas 28% do magnata.


PUBLICIDADE



Essa vantagem de Clinton parece depor contra a tese de que a decisão de Bolsonaro seria apenas uma tentativa de escapar das pressões populares. Segundo o próprio presidente, o maior problema estava nas posturas assumidas publicamente pelo prefeito da cidade onde o prêmio seria originalmente entregue, Nova York. Bill de Blasio acusou o mandatário do Brasil de ser um “ser humano perigoso” e houve desistências de patrocinadores do evento e pressão para que locais não cedessem espaço à sua realização.

A agenda de Bolsonaro em sua visita a Dallas contempla reuniões com empresários americanos e algumas personalidades. Um dos nomes na lista de desejos seria o ex-presidente americano George W. Bush.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.