fbpx
PUBLICIDADE


Boletim da Liberdade começa a compartilhar contéudo no LinkedIn

Iniciativa em mais uma rede social faz parte dos esforços do Boletim para ampliar distribuição do conteúdo na internet e qualificar o veículo jornalístico como produtor de conteúdos sobre economia e negócios

- Publicado no dia
Foto: Divulgação

Tendo como objetivo diversificar as redes sociais de atuação, o Boletim da Liberdade inaugurou no final de abril mais um canal de comunicação com seus leitores: desta vez, no LinkedIn.

Em franco crescimento e de propriedade da Microsoft, o LinkedIn é a principal rede social profissional do mundo. A exemplo de outros veículos, o Boletim se une ao LinkedIn para compartilhar conteúdos jornalísticos exclusivos sobre política, economia, relações internacionais e negócios.


PUBLICIDADE



A iniciativa é parte dos esforços do Boletim em ampliar e qualificar a cobertura jornalística, em especial com importantes reforços nas editorias Economia, Internacional e, agora, com profissional disponível integralmente em Brasília.

Para acompanhar o Boletim da Liberdade no LinkedIn, basta acessar nossa página e apertar o botão “Seguir”.

Confira, abaixo, todas as redes e listagens que o Boletim distribui o conteúdo produzido:

Redes Sociais:

Redes Próprias:

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.