PUBLICIDADE


‘Brasil 200’ cria Frente Parlamentar e apoia reforma da Previdência

O movimento ofereceu amplo apoio ao governo federal na luta pela aprovação do projeto de Paulo Guedes; Flávio Rocha definiu a reforma como o maior propósito do momento

- Publicado no dia
Lançamento da Frente (Foto: Reprodução / PRB)

Antes das eleições de 2018, o nome do empresário Flávio Rocha, dono da Riachuelo, era ventilado para a presidência da República, escorado no movimento Brasil 200 – uma referência ao bicentenário da Independência brasileira, em 2022 -, formado por empresários e lideranças da sociedade civil. Nesta terça-feira (27), Rocha e seu movimento, já em pleno governo Jair Bolsonaro, deram um novo passo: criar uma frente parlamentar. [1]

A Frente Brasil 200 é capitaneada pela deputada Joice Hasselmann, que também é a líder do governo federal no Congresso. O próprio Rocha e Luciano Hang, dono da Havan, estiveram reunidos à tarde com o presidente Jair Bolsonaro, entregando um manifesto em apoio à reforma da Previdência do ministro Paulo Guedes. Os gestos demonstram amplo alinhamento com a plataforma bolsonarista.

A Frente Parlamentar Mista Brasil 200 pretende sustentar a agenda “liberal na economia” e “conservadora nos costumes”. No evento de lançamento, Hasselmann discursou, dizendo que o objetivo do movimento é que o Brasil “seja de fato independente ao completar 200 anos e a independência do nosso país passa pela Nova Previdência”.  Já o próprio Flávio Rocha afirmou que a frente seguirá a compreensão do movimento de que a luta passa pela cultura e pelos costumes tanto quanto pela agenda econômica, o que facultou a vitória eleitoral de Bolsonaro.


PUBLICIDADE


“Nós estamos às vésperas de um desafio ainda maior do que uma eleição presidencial”, disse Rocha sobre as reformas. “Precisamos nos unir, todos aqueles que defendem o mesmo propósito, e os propósitos são três: reforma da Previdência, reforma da Previdência e reforma da Previdência”.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Leia também:  PSL põe Alexandre Frota à frente de Joice Hasselmann na comissão da Previdência
Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.