PUBLICIDADE


Atos pelo país reagem a decisão do STF e defendem Lava Jato

Ato nacional teve o Movimento Brasil Livre como principal movimento organizador e reuniu manifestantes para pedir pela neutralização da decisão do STF

- Publicado no dia
Faixa exibida em frente ao STF (Foto: Reprodução / Facebook)

O Movimento Brasil Livre, em alguns locais em parceria com outros grupos, convocou para este domingo (17) atos populares em diferentes estados para protestar contra a decisão do STF de transferir o julgamento de crimes paralelos a crimes de caixa 2 para a Justiça Eleitoral e defender a Operação Lava Jato. Os eventos foram planejados para acontecer em pelo menos 23 estados.

As mobilizações foram distribuídas por diferentes horários, sendo alguns atos iniciados já pelas 8 da manhã e outros programados para o início da tarde. Houve novamente atos tanto em capitais quanto em algumas cidades de outros municípios. Nem o próprio STF escapou: uma manifestação foi feita em frente à sede da instituição, na Praça dos Três Poderes.

Entre os locais com maiores aglomerações, destacou-se a cidade de Curitiba, onde o ex-presidente Lula e outros criminosos estão detidos e onde tem lugar o coração da Operação Lava Jato. Os atos foram marcados por faixas contra o STF e gritos contra ministros – especialmente Gilmar Mendes. Nem a PM, nem o MBL divulgaram os números de todas as manifestações, mas em Brasília, por exemplo, segundo a Polícia, o ato reuniu 500 pessoas. Confira as imagens de algumas manifestações:


PUBLICIDADE


Curitiba (Reprodução / Facebook)

 

Advogado do MBL, Rubinho Nunes, discursando em São Paulo (Foto: Reprodução / Facebook)

 

Manifestantes em São Paulo encaram a chuva (Foto: Amanda Perobelli/Reuters)

 

Brasília (Foto: Reprodução / TV Globo)
★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.