PUBLICIDADE


‘Por mais errado que seja Maduro, é problema dos venezuelanos’, escreve Lula

Ex-presidente criticou os Estados Unidos, falou de bloqueios econômicos, mas em nenhum momento desculpou-se por ter apoiado o regime chavista que resultou em ditadura

- Publicado no dia
Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva revelou em carta enviada ao escritor Fernando de Moraes na última sexta-feira (22) um pouco de seus posicionamentos sobre a crise da Venezuela. [1]

No texto, redigido a mão, Lula – que é condenado por corrupção e lavagem de dinheiro -, afirmou que “por mais errado que seja o Maduro, ele é problema para os venezuelanos e não para os americanos”.


PUBLICIDADE


A carta também possui crítica a bloqueios econômicos e cita Cuba duas vezes: primeiro, ao dizer que a ilha caribenha sabe o que é sofrer embargo pelos americanos e, segundo, ao citar uma frase do ditador Fidel Castro, morto em 2016, que defendia que a história lhe absolveria, apesar de suas ações controversas.

Em nenhum momento, Lula desculpou-se por ter apoiado o regime chavista ou mostrou preocupação com a crise institucional venezuelana, que inclui prisões políticas e envolvimento com o crime organizado.

Foto: Reprodução
★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.