fbpx
PUBLICIDADE


Vazam os áudios entre ministro demitido e o presidente Jair Bolsonaro

Site da revista ‘Veja’ divulgou áudios trocados entre o ex-ministro Gustavo Bebianno e o presidente Jair Bolsonaro; nas conversas, o presidente irrita-se com reunião com executivo da Globo e desconfia de Bebianno

- Publicado no dia
Gustavo Bebianno (Foto: José Cruz / Agência Brasil)

O portal da revista Veja divulgou na tarde desta terça-feira (19) áudios privados trocados, por WhatsApp, entre o ex-ministro Gustavo Bebianno e o presidente Jair Bolsonaro. Nos arquivos divulgados, Bebianno mostra-se calmo enquanto que o presidente, irritado por diversos assuntos. [1]

Dentre eles, Bolsonaro irritou-se com uma reunião marcada por Bebianno com um alto executivo do Grupo Globo no Palácio do Planalto – a qual pede para que seja cancelada.

“Eu não quero ele aí dentro. Qual a mensagem que vai dar para as outras emissoras? Que nós estamos se aproximando da Globo. Então não dá para ter esse tipo de relacionamento”, afirmou o presidente, que chamou a Globo de “inimiga”.


PUBLICIDADE



Nos arquivos divulgados, Bolsonaro externalizou também irritação com o ex-ministro por acreditar que ele estivesse vazando informações à imprensa. Entre eles, ao site O Antagonista.

O presidente também subentendeu que o ex-ministro poderia estar querendo envolvê-lo no escândalo do PSL em Pernambuco relacionado a uma possível candidata laranja e o uso de fundo partidário.

“Querer empurrar essa batata quente desse dinheiro lá pra candidata em Pernambuco pro meu colo, aí não vai dar certo. Aí é desonestidade e falta de caráter. Agora, todas as notas pregadas nesse sentido foram nesse sentido exatamente”, disse o presidente.

De acordo com o divulgado por diversos veículos da imprensa, Bebianno não aceitou assumir nenhum cargo no governo após a exoneração. Teriam sido oferecidos ao advogado, radicado no Rio de Janeiro, posição de diretoria em Itaipu e até mesmo o posto de embaixador em Roma. [2]

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.