fbpx
PUBLICIDADE


Livres critica falas de deputado do PSOL sobre Previdência: ‘Mentiras de Freixo’

Segundo entidade suprapartidária de viés liberal, o deputado federal Marcelo Freixo “tem atuado para proteger os privilégios dos trabalhadores mais ricos” ao ser contra reforma da Previdência

- Publicado no dia
Deputado federal Marcelo Freixo discursa na Câmara (Foto: Luis Macedo/Câmara dos Deputados)

O movimento liberal suprapartidário Livres endureceu o discurso contra o deputado federal Marcelo Freixo (PSOL/RJ), ex-candidato à presidência da Câmara e a principal liderança de esquerda do Rio de Janeiro. [1]

O motivo da ação foram declarações do parlamentar relacionadas à reforma da Previdência, quando tentou associar nas redes sociais a baixa expectativa de vida atual de cidades de brasileiras com a ampliação do limite mínimo de idade para se aposentar, o que deve ser proposto em breve pelo governo. [2]

Em texto intitulado de “Não caia nas mentiras de Freixo” e publicado na última segunda-feira (11), a entidade afirmou que “a baixa expectativa de vida nas regiões citadas [pelo parlamentar] é um problema relacionado à violência e não interfere na questão da aposentadoria”.


PUBLICIDADE



“[A razão] é que a expectativa de vida calcula a projeção de idade média dos moradores de uma região no momento do nascimento. Ou seja: o índice é puxado por fatores como alta mortalidade infantil e grande número de homicídios. […] O que precisamos considerar numa discussão sobre aposentadorias, na verdade, é a expectativa de sobre-vida. Ou seja: quantos anos a mais deve viver alguém que atingiu certa idade?”, diz o texto.

Para o Livres, Marcelo Freixo defende o modelo atual que transfere renda dos mais pobres para os mais ricos, que se aposentam mais cedo por não estarem tão expostos ao desemprego e à informalidade.

“A retórica populista constrói um verniz de defesa dos mais pobres para esconder que, na verdade, o deputado do PSOL tem atuado para proteger os privilégios dos trabalhadores mais ricos, fazendo com que os mais pobres continuem pagando a conta”, conclui.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.