fbpx
PUBLICIDADE

Deputados lançam ‘Frente Parlamentar pelo Livre Mercado’ na Câmara

Segundo Kim Kataguiri, a iniciativa tem que funcionar para o liberalismo do mesmo modo como a Frente da Agropecuária funciona para o setor rural; nesta quarta, deputados se encontram com Paulo Guedes
Kim Kataguiri apresenta a jornalistas a recém-criada Frente Parlamentar pelo Livre Mercado (Foto: Reprodução/Facebook)
PUBLICIDADE

Foi lançada na Câmara dos Deputados nesta terça-feira (12) a Frente Parlamentar pelo Livre Mercado. A apresentação da iniciativa, ocorrida no salão verde, ficou por conta do deputado federal Kim Kataguiri (DEM/SP).

PUBLICIDADE

“[A iniciativa] busca diminuir a burocracia tanto para o empregado quanto para o empregador. Melhorar a competitividade, as relações de trabalho, dos salários. Fazer com que o Brasil tenha um ambiente favorável aos negócios, que não haja tantas dificuldades”, explicou Kim, adiantando que parlamentares da frente se reunirão nesta quarta (13) com o ministro Paulo Guedes, da Economia.

Segundo Kim, a primeira missão da Frente Parlamentar pelo Livre Mercado será a reforma previdenciária.

PUBLICIDADE

“[Queremos] escutar o que o governo tem por enquanto para enviar para o Congresso. Nossa primeira missão é fazer o ajuste fiscal, fazendo a melhor reforma [previdenciária] possível, acabando com o privilégio”, afirmou.

Leia também:  Kataguiri diz sentir 'cheiro de um acordo' sobre não reeleição de Bolsonaro

Para Kim, a nova frente tem que ser para o liberalismo como a Frente Parlamentar da Agropecuária é para o setor rural.

“Ela vai estar aberta para demandas diversas do mercado, mas não setoriais, e sim transversais e que envolvam todos mercados. Sem beneficiamento de nenhum setor, a não ser a competitividade do país de maneira geral. A ideia é que cada parlamentar ajude um ao outro para isso nas respectivas comissões que participarem”, observou o deputado.

Além de Kim, participarão da iniciativa outros parlamentares como Vinicius Poit (NOVO/SP), Paulo Ganime (NOVO/RJ), Carla Zambelli (PSL/SP), Bia Kicis (PSL/DF) e Felipe Barros (PSL/PR). Kim afirmou que ainda não está decidido quem será o presidente da iniciativa.

PUBLICIDADE

Leia também:  NOVO pede esclarecimentos ao Ministério da Economia sobre denúncia

Editado às 11h39 do dia 13/02: Bia Kicis atualmente faz parte do PSL, e não do PRP, como informado originalmente.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?