PUBLICIDADE


Filme sobre guerrilheiro mulato Marighella terá ator negro no papel principal

O cantor e compositor Seu Jorge foi o escolhido para interpretar o guerrilheiro que enfrentou o regime militar como forma de inspirar os jovens afro-brasileiros

- Publicado no dia
Seu Jorge (Foto: Reprodução / Facebook)

O guerrilheiro marxista Carlos Marighella, membro do Partido Comunista Brasileiro, será tema de filme dirigido pelo ator Wagner Moura. A informação inusitada é que o personagem, mulato na vida real, será interpretado por um ator negro, o também cantor e compositor Seu Jorge. [1] [2]

O filme, que é a estreia de Moura como diretor, produzido por Fernando Meirelles, será exibido em sessão nobre no Festival de Berlim, tendo sua estreia no Brasil prevista para 18 de abril. O próprio Wagner Moura deixou claro que seu filme não é imparcial e explicou a escolha de um negro para o papel como forma de “usar o exemplo de resistência e idealismo” de Marighella “para motivar crianças e jovens afro-brasileiros”.


PUBLICIDADE


“Seu Jorge é uma das pessoas mais talentosas do mundo. O trabalho dele no filme é absurdo. Engraçado que, quando saiu a notícia que ele interpretaria, um articulista de direita disse: “Esse Wagner está querendo agora empretecer Marighella”. Ele reivindicou a branquitude de Marighella. Seu Jorge, de fato, tem a pele mais escura do que a de Marighella, mas ele era preto, neto de escrava sudanesa”, sustentou Moura.

O diretor também comentou que está preparado para os ataques que o filme receberá. “Eu estou preparado para a porrada. Não quero que nenhum dos atores sofra tanto, mas vão sofrer. Vão ser ataques violentos. Não sabemos tudo que é possível. Quando a gente estava filmando, teve uma galera que ameaçou entrar no set e quebrar tudo”, afirmou.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.