PUBLICIDADE


Eduardo Bolsonaro divulga novos laços com movimento de Steve Bannon

Filho do presidente Jair Bolsonaro anunciou que assumirá como “líder do Brasil” do grupo “The Movement”, de viés nacionalista, para lutar contra o globalismo e atuar pela América Latina

- Publicado no dia
Eduardo Bolsonaro e Steve Bannon (Foto: Reprodução/Instagram)

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL/SP) anunciou na noite desta quinta-feira (31) nas redes sociais que se juntou ao “The Movement”, grupo criado pelo estrategista eleitoral norte-americano Steve Bannon, como “líder no Brasil, representando todas as nações da América Latina”. [1]

Bannon ganhou notoriedade por ter sido o diretor-executivo da campanha eleitoral que levou Trump à Casa Branca. Nos primeiros meses de mandato, chegou inclusive a assessorar o presidente dos Estados Unidos em assuntos estratégicos, mas acabou demitido.

Após essa fase, o americano decidiu criar um “supergrupo” para influenciar os países da Europa em uma guinada à direita nacionalista e contra o globalismo.


PUBLICIDADE


Em entrevista à Allan dos Santos, do site Terça Livre, Bannon se mostrou preocupado com a preservação dos valores judaico-cristãos e com o marxismo cultural.

Para Eduardo Bolsonaro, filho do presidente Jair Bolsonaro, sua atuação vai visar “recuperar a soberania surrupiada pelas forças elitistas globalistas progressistas e expandir o nacionalismo para todos os cidadãos da América Latina”.

“Muito mais virá quando nós juntarmos nossas forças pela prosperidade e mantermos a cultura milenar ocidental”, concluiu o deputado.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.