fbpx
PUBLICIDADE


Presidente desde 2006, Evo Morales confirma presença na posse de Bolsonaro

Presidente boliviano está no poder há mais de 10 anos, teceu críticas no passado ao liberalismo e era um dos principais aliados do ex-presidente Lula e Hugo Chávez

- Publicado no dia
O presidente da Bolívia, Evo Morales, enfureceu-se diante da decisão do TSE (Foto: RFI)

O controverso presidente boliviano Evo Morales confirmou presença na posse do presidente Jair Bolsonaro, a ser realizada em Brasília na próxima terça-feira (1º). Ao menos é isso o que informa o jornal O Globo e repercutido em outros sites, como o Poder 360. [1]

Presidente desde 2006, Morales deve buscar a reeleição em 2019. Em seu governo, a Bolívia passou a ter uma nova Constituição. O boliviano é crítico a medidas liberais e, em seus primeiros anos de governo, nacionalizou uma série de refinarias brasileiras construídas no país vizinho. [2]


PUBLICIDADE



Com clara proximidade do regime bolivariano, Morales não foi desconvidado da posse como os representantes diplomáticos de Cuba, Venezuela e Nicarágua.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.