fbpx
PUBLICIDADE

Maduro não foi convidado para a posse de Bolsonaro, diz futuro ministro

Decisão quebra protocolo seguido na cerimônia; de acordo com o diplomata Ernesto Araújo, a presença de Maduro não tem lugar numa celebração da vontade popular brasileira
Bolsonaro e Ernesto Araújo (Foto: Reprodução / Poder 360)
Bolsonaro e Ernesto Araújo (Foto: Reprodução / Poder 360)

Contrastando com as últimas cerimônias, uma ausência será percebida na posse do presidente eleito da República em 2019: a venezuelana. O futuro ministro das Relações Exteriores do governo Bolsonaro, Ernesto Araújo, disse neste domingo (16) em seu Twitter que o ditador Nicolás Maduro não foi convidado. [1]

O diplomata enfatizou que “não há lugar para Maduro numa celebração da democracia e do triunfo da vontade popular brasileira”. A medida é uma quebra significativa dos protocolos tradicionais, pois, sendo o Brasil referência na América do Sul, todas as lideranças sul-americanas costumam ser convidadas.

O afastamento, no entanto, não é algo inesperado. O presidente eleito Jair Bolsonaro já vem fazendo críticas duras ao regime venezuelano desde o governo do antecessor de Maduro, Hugo Chávez, e, nos últimos dias, Maduro criticou a equipe do presidente, alegando especialmente que o vice, o general Mourão, era “louco”. Confira o post de Ernesto Araújo:





Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama