fbpx
PUBLICIDADE


João Amoêdo pede prioridade do Estado no ensino básico em vez das faculdades

Ex-candidato à presidência da República pelo NOVO criticou a ordem de investimentos do governo federal na educação pública, defendendo que investir mais em faculdades é um programa de transferência inverso

- Publicado no dia
João Amoêdo (Foto: Gabriel Reis / IstoÉ)

Ex-candidato à presidência da República pelo Partido Novo, João Amoêdo defendeu nas redes sociais nesta quarta-feira (12) que o Estado brasileiro priorize investimentos no ensino básico.

No texto, o político afirma, com base em dados de 2017, que o Estado investiu R$ 80 bilhões no ensino superior e R$ 56 bilhões no ensino básico. Para ele, a ordem está errada.


PUBLICIDADE



“Enquanto o Estado brasileiro não priorizar o ensino básico, as faculdades públicas funcionarão como mais um programa de transferência de [renda de] pobres para ricos. Ficamos assim com um país com menos oportunidades e mais privilégios”, opinou.

Em 2018, Amoêdo obteve 2,5% dos votos válidos para a disputa do Planalto – cerca de 2,6 milhões de votos – , terminando a disputa em quinto lugar, à frente de nomes como Henrique Meirelles, Marina Silva e Álvaro Dias.

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.