PUBLICIDADE


João Amoêdo pede prioridade do Estado no ensino básico em vez das faculdades

Ex-candidato à presidência da República pelo NOVO criticou a ordem de investimentos do governo federal na educação pública, defendendo que investir mais em faculdades é um programa de transferência inverso

- Publicado no dia
João Amoêdo (Foto: Gabriel Reis / IstoÉ)

Ex-candidato à presidência da República pelo Partido Novo, João Amoêdo defendeu nas redes sociais nesta quarta-feira (12) que o Estado brasileiro priorize investimentos no ensino básico.

No texto, o político afirma, com base em dados de 2017, que o Estado investiu R$ 80 bilhões no ensino superior e R$ 56 bilhões no ensino básico. Para ele, a ordem está errada.


PUBLICIDADE



“Enquanto o Estado brasileiro não priorizar o ensino básico, as faculdades públicas funcionarão como mais um programa de transferência de [renda de] pobres para ricos. Ficamos assim com um país com menos oportunidades e mais privilégios”, opinou.

Em 2018, Amoêdo obteve 2,5% dos votos válidos para a disputa do Planalto – cerca de 2,6 milhões de votos – , terminando a disputa em quinto lugar, à frente de nomes como Henrique Meirelles, Marina Silva e Álvaro Dias.

Confira também:

► CHEGOU A HORA DE APRENDER SOBRE BITCOINS EM UM GUIA OBJETIVO: Um treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas e ganhar dinheiro.

► CRIE UM NEGÓCIO ONLINE E COMPLEMENTE A SUA RENDA. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar sem sair de casa.

► VOCÊ SABIA QUE EXISTE TÉCNICA PARA GANHAR NA LOTERIA? Quem comprou, não se arrependeu. 10 dias de garantia ou o seu dinheiro de volta

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.