PUBLICIDADE


Ministro manda deter homem que criticou STF no avião: assista

Ricardo Lewandoski perguntou a passageiro se, após a crítica, ele desejaria ser preso e solicitou à comisária de bordo que fosse chamada a Polícia Federal; repercussão levou tema ser o mais comentado do Twitter

- Publicado no dia
Ministro Ricardo Lewandowski (Foto: Abril)

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Ricardo Lewandoski, mandou deter um homem que criticou o STF dentro de um avião nesta terça-feira (4).

Em vídeo que circula nas redes sociais, um passageiro chama Lewandoski e, em seguida, afirma que “o Supremo é uma vergonha” e tem “vergonha de ser brasileiro” quando vê os ministros.


PUBLICIDADE


Visivelmente irritado, Lewandoski vira-se ao passageiro e pergunta se ele quer ser preso. Em seguida, pede ao comissário de bordo para que a Polícia Federal seja acionada. O avião ainda estava em solo e preparando-se para a decolagem.

Identificado posteriormente como Cristiano Caiado de Acioli, advogado, o homem foi conduzido à PF e ouvido por um delegado, mas já foi liberado.

No Twitter, a repercussão do caso foi negativa. O assunto mais falado do momento, às 19h16 desta noite, era a hashtag “#MePrendeLewandoski”.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.