SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



Raphael Hide faz crítica a vídeo de Renan Santos do MBL

Discussão parte da velha máxima libertária de que ‘imposto é roubo’; para o dono do canal ‘Ideias Radicais’, coordenador do MBL fez declarações contrárias à liberdade

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / The Apricity)

O anarcocapitalista Raphael Hide publicou no último dia 30, em seu conhecido canal “Ideias Radicais”, um vídeo intitulado “MBL e Coletivismo – o pior vídeo do ano”. A ideia é refutar um vídeo de Renan Santos, coordenador do MBL, em que este sustentou que imposto não é roubo.

Hide alegou que o argumento de Santos é “coletivista”, não sendo apenas um argumento liberal clássico contra os libertários. Para ele, o discurso de Renan é “muito grave” e ameaça a qualificação do MBL como um movimento em defesa da liberdade.

A discussão aconteceu porque Arthur do Val, deputado estadual eleito e dono do Mamãe Falei, entrevistando Danilo Gentilli, afirmou que imposto não é necessariamente roubo. O problema é que, depois que muitos libertários atacaram o comentário de Do Val, Renan decidiu defender o ponto de vista do amigo – e é a esse vídeo que Hide se refere, qualificando-o como talvez “o pior vídeo” que já viu.


PUBLICIDADE



Confira primeiro o vídeo de Renan Santos:

Agora confira o vídeo de Hide:

Confira também:

► CHEGOU A HORA DE APRENDER SOBRE BITCOINS EM UM GUIA OBJETIVO: Um treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas e ganhar dinheiro.

► CRIE UM NEGÓCIO ONLINE E COMPLEMENTE A SUA RENDA. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar sem sair de casa.

► VOCÊ SABIA QUE EXISTE TÉCNICA PARA GANHAR NA LOTERIA? Quem comprou, não se arrependeu. 10 dias de garantia ou o seu dinheiro de volta

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.