fbpx
PUBLICIDADE


Instituto Mises organiza iniciativa de auxílio a venezuelanos e roraimenses

Novo projeto do IMB pretende ajudar a aliviar o sofrimento na região norte do Brasil diante da crise dos refugiados do regime de Nicolás Maduro

- Publicado no dia
Projeto em ação (Foto: Reprodução / Facebook)

O presidente do Instituto Mises Brasil, Helio Beltrão, anunciou neste domingo (26) uma iniciativa muito especial: o Ação Humana-Roraima. A ideia pretende ajudar as pessoas necessitadas em Roraima, diante do quadro da crise de imigração venezuelana.

O projeto, realizado em parceria com a Paróquia Consolata, se baseia na filosofia de que “o governo deverá governar menos e o brasileiro terá que ter mais responsabilidade”. Pessoalmente, Hélio lançou em Boa Vista, capital do estado, o programa que trabalha para alimentar e trazer autoestima, servindo mais de mil refeições por dia por no mínimo 30 dias aos brasileiros e venezuelanos, e prolongando-se enquanto durar a arrecadação conseguida.

“O socialismo destrói vidas, famílias, e civilizações. As condições dos venezuelanos é calamitosa. Boa Vista tem 370.000 habitantes. Esta semana a Paróquia soube que morreram duas crianças na rua. No cemitério descobriu-se que haviam morrido mais 12 crianças nas últimas semanas”, descreveu Helio.

Beltrão também admitiu que existe um sentimento xenófobo de uma pequena parte da população local, “não sem alguma justificativa dado o grande impacto na cidade”. Os interessados em contribuir devem acessar este link. Confira a publicação completa:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.