fbpx

Bolsonaro cogita filho para cargo do primeiro escalão, mas depois recua

Presidente eleito afirmou em entrevista que Carlos Bolsonaro poderia assumir Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom), que se relaciona com veículos de comunicação
Jair Bolsonaro e Carlos Bolsonaro: pai e filho são muito ligados e é Carlos quem gere as redes do presidente eleito (Foto: Divulgação)

O presidente eleito Jair Bolsonaro afirmou em entrevista ao blog O Antagonista, nesta quarta-feira (22), que poderia nomear seu filho Carlos Bolsonaro para a Secretaria de Comunicação Social da presidência. É Carlos, atualmente vereador do Rio de Janeiro, quem administra as redes do pai. [1]

No entanto, diante da repercussão negativa da possibilidade, com ataques subentendendo que tal nomeação poderia ser caracterizado nepotismo, o presidente eleito recuou. Ao mesmo site, afirmou que agora “dificilmente” o filho assumirá a posição. [2]

[wp_ad_camp_1]

A Secretaria de Comunicação da presidência da República tem, entre as suas incumbências, a missão de se interrelacionar com órgãos de comunicação. Inclusive, gerindo verbas publicitárias.

Caso similar ocorreu no Rio de Janeiro

Leia também:  Bolsonaro pode ser preso? Juristas explicam

No Rio de Janeiro, o prefeito Marcelo Crivella (PRB) tentou nomear seu filho, Marcelo Hodge, para a secretaria da Casa Civil do município em 2017. A decisão, porém, foi contestada por cariocas e acabou paralisada na Justiça.

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?