fbpx
PUBLICIDADE

Paulo Guedes anuncia que haverá secretaria dedicada a privatizações

Futuro Ministro da Economia do governo Jair Bolsonaro deixou claro a jornalistas que pretende institucionalizar política de desestatização para ser marcada como uma das prioridades da nova gestão
Paulo Guedes (Foto: Andre Valentim / Veja)
Paulo Guedes (Foto: Andre Valentim / Veja)
PUBLICIDADE

O liberal Paulo Guedes, futuro Ministro da Economia do presidente Jair Bolsonaro, afirmou nesta terça-feira (20) a jornalistas que o órgão contará, a partir do ano que vem, com uma “Secretaria de Privatizações”. [1][2]

PUBLICIDADE

Entusiasta da desestatização, Guedes já defendeu a privatização de todas as estatais, mas reconheceu que faz isso para que se chegue a um número substancial de empresas a serem vendidas. Bolsonaro, por sua vez, já afirmou diversas vezes que considera algumas companhias estratégicas, entre elas a Petrobras.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o economista também já chegou a mencionar a possibilidade de o tesouro arrecadar cerca de R$ 1 trilhão em ativos vendidos, o que poderia ser usado para reduzir a dívida pública.

PUBLICIDADE

Segundo a agência de notícias Reuters, a ideia de institucionalizar a política de privatizações por meio de um órgão próprio é “sinalizar essa ação como uma das prioridades” da gestão Bolsonaro.

Relembre, abaixo, propagandas do governo Fernando Collor a favor de privatizações:

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama