fbpx
PUBLICIDADE


Neto do liberal Roberto Campos assumirá presidência do Banco Central

Roberto Campos Neto é economista, diretor do Banco Santander e graduado em economia pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, com ênfase em Finanças

- Publicado no dia
Roberto Campos (avô), um dos principais liberais brasileiros (Foto: O Globo)

O futuro Ministro da Economia do governo Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, divulgou nesta quinta-feira (15) que deve indicar para presidir o Banco Central o economista Roberto Campos Neto.

Atualmente diretor do Banco Santander, o nome de Campos não esconde seu parentesco: ele é neto do também economista Roberto Campos, morto em 2001, considerado um dos expoentes do liberalismo brasileiro. [1]

Para ser efetivado no cargo, Campos Neto – que é graduado em economia pela Universidade da Califórnia – precisará ter seu nome aprovado no Senado Federal tão logo seja indicado pelo futuro presidente.


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.