fbpx
PUBLICIDADE

Neto do liberal Roberto Campos assumirá presidência do Banco Central

Roberto Campos Neto é economista, diretor do Banco Santander e graduado em economia pela Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, com ênfase em Finanças
Foto: Divulgação
Roberto Campos (avô), um dos principais liberais brasileiros (Foto: O Globo)

O futuro Ministro da Economia do governo Jair Bolsonaro, Paulo Guedes, divulgou nesta quinta-feira (15) que deve indicar para presidir o Banco Central o economista Roberto Campos Neto.

Atualmente diretor do Banco Santander, o nome de Campos não esconde seu parentesco: ele é neto do também economista Roberto Campos, morto em 2001, considerado um dos expoentes do liberalismo brasileiro. [1]

Para ser efetivado no cargo, Campos Neto – que é graduado em economia pela Universidade da Califórnia – precisará ter seu nome aprovado no Senado Federal tão logo seja indicado pelo futuro presidente.





Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama