fbpx
PUBLICIDADE

Antes da eleição, Guedes opinou sobre como levar DEM para o governo

Ressaltando que o governo Bolsonaro não compraria votos, tampouco trocaria cargos na administração federal em troca de apoio no Congresso, Guedes defendeu concessão de ao menos uma pauta para parlamentares
Paulo Guedes em palestra no Rio de Janeiro onde falou sobre seus pensamentos em relação a economia brasileira (Foto: Boletim da Liberdade)
Paulo Guedes em palestra no Rio de Janeiro onde falou sobre seus pensamentos em relação a economia brasileira (Foto: Boletim da Liberdade)
PUBLICIDADE

Pouco antes do primeiro turno das eleições, em evento promovido pelo Instituto Millenium no Rio de Janeiro no qual o Boletim da Liberdade teve acesso, o economista Paulo Guedes divulgou como considerou possível atrair partidos de centro e centro-direita para apoiar as reformas econômicas de Bolsonaro.

PUBLICIDADE

Negando que o governo Bolsonaro compraria votos, para Guedes uma das possíveis concessões com o Congresso seria negociar que algumas pautas, como a reforma política, sejam lideradas por parlamentares. Na apresentação de suas ideias, Guedes exemplificou que Rodrigo Maia poderia ter esse interesse.

“É preciso entender que não dá pra comprar voto. Vamos fazer o discurso de uma aliança de centro-direita na política com um liberal na economia. Com isso, a gente consegue conversar. Vamos falar pro DEM, PSD: Venham pra cá. Anos atrás, fui eu quem apresentei o [ex-prefeito] Cesar Maia [pai de Rodrigo Maia] ao PFL [atual DEM], que tem um ideário liberal, que fui eu que fiz. Mas a política estava levando eles pro lado de lá. Podemos chegar e questionar: vocês não querem liderar um processo de reforma política ou preferem que o Bolsonaro, um capitão, o faça? Seria uma desmoralização para você, Rodrigo. Seja reeleito presidente da Câmara e faça você. Em matéria de mudança constitucional, não vai ter compra de varejo, troca de cargos para que alguém vote. Isso não vai ter”, afirmou Guedes, na ocasião.

PUBLICIDADE

Leia também:  Paulo Guedes não descarta criar imposto sobre movimentações financeiras para reduzir outros, como o IPI
Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?