PUBLICIDADE


Roberto Rachewsky ganha Prêmio Liberdade do Instituto Líderes do Amanhã

Fundador de organizações como o Instituto de Estudos Empresariais, Instituto Liberdade e Instituto Atlantos, Rachewsky relembrou momentos de sua militância em prol da liberdade e propôs reflexão

- Publicado no dia
Rachewsky em seu discurso (Foto: Reprodução/Facebook)

O empresário Roberto Rachewsky, um dos fundadores do Instituto de Estudos Empresariais (IEE), do Instituto Liberdade e do Instituto Atlantos, com inúmeros trabalhos prestados em prol da causa liberal no país, recebeu na última segunda-feira (5) o Prêmio Liberdade no 6º Fórum Liberdade e Democracia de Vitória, organizado pelo Instituto Líderes do Amanhã.

Em seu discurso, Rachewsky lembrou passagens de sua vida que lhe fizeram se tornar um defensor das ideias da liberdade e momentos de sua militância. Entre eles, quando foi fichado no extinto DOPS por ter editado um jornal universitário durante o regime militar com críticas à interferência do governo na economia.


PUBLICIDADE


Ao fim, Rachwesky propôs uma reflexão sobre democracia e liberdade, relembrando protestos de jovens de Hong Kong que cobravam a autoridade chinesa pelo direito ao sufrágio universal e controversas declarações passadas do presidente eleito, Jair Bolsonaro, de que as minorias deveriam se curvar à maioria.

“Democracia não é sinônimo de liberdade, de valorização da vida, de direito à privacidade, de direito à propriedade, de tolerância ao inalienável direito que as pessoas têm de buscar a liberdade como bem entenderem. Democracia pode simplesmente ser a ditadura da maioria. Qualquer maioria que, se valendo do poder coercitivo do Estado e do governo, queira subjugar a minoria, qualquer minoria, inclusive a menor minoria que existe: o indivíduo. O indivíduo, submetido à vontade irrefreável da maioria, estará vivendo em uma democracia, mas jamais estará vivendo em uma sociedade minimamente livre”, alertou.

Leia também:  'É um show de horrores', diz Rachewsky sobre vida cotidiana de Havana, em entrevista ao Boletim da Liberdade

PUBLICIDADE


★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.