fbpx

Winston Ling diz que plano econômico de Guedes pode fazer do Brasil a nova China

Empresário, que foi um dos fundadores do Instituto de Estudos Empresariais, tendo participação no movimento liberal, concedeu entrevista e foi entusiasta do plano econômico de Paulo Guedes
Winston Ling (Foto: Werther Santana/Estadão)

O empresário Winston Ling, um dos fundadores do Instituto de Estudos Empresariais (IEE) nos anos 1980 – hoje, a organização é responsável pela conhecido Fórum da Liberdade de Porto Alegre -, concedeu entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo nesta quinta-feira (8) e expressou otimismo com o futuro da economia sob comando de Paulo Guedes. [1]

Apoiador de primeira hora de Jair Bolsonaro desde quando o militar era ainda pré-candidato, Ling afirmou que Guedes “é bastante radical no liberalismo” e que, até agora, os indicativos confirmam a “esperança de que [ele] consiga fazer alguma coisa correta na diretriz da política econômica”.

[wp_ad_camp_1]

Na entrevista, Ling expressou também que é “importante reduzir a pressão dos empresários lobistas e corporativistas em cima do governo” e defendeu que os empreendedores foquem em seus próprios negócios, melhorando a eficiência da produção, em vez de focar no governo.

Para o empresário, que apresentou Guedes a Bolsonaro por meio Bia Kicis, o Brasil “vai se acostumar com o jeito de Bolsonaro” e de Paulo Guedes. Morador da China desde 2001, Ling afirmou que o país está desacelerando a sua economia e que o Brasil pode ocupar esse espaço no cenário internacional. Mas com uma condição: seguir o plano de Guedes.

“Se o Brasil conseguir fazer tudo o que o Paulo [Guedes] quer fazer, vai criar um ambiente propício para os negócios”, concluiu.

[wp_ad_camp_3]

 

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?