fbpx
PUBLICIDADE

Olavo de Carvalho chama de censores professores que não permitem gravação

Filósofo divulgou um vídeo com 17 minutos onde opina sobre o direito à privacidade no ensino público e diz que existem três motivos que fazem os professores serem contra a gravação da sala de aula
Olavo de Carvalho (Foto: Jornal do Empreendedor)
Olavo de Carvalho (Foto: Jornal do Empreendedor)
PUBLICIDADE

O professor Olavo de Carvalho, um dos principais influenciadores da nova direita brasileira, manifestou-se em vídeo na última segunda-feira (5) sobre a controvérsia em relação ao direito de os alunos gravarem ou não a sala de aula. Para ele, a gravação é um direito do estudante e criticou veementemente os professores que são contra a iniciativa:

PUBLICIDADE

“Censurar, por definição, é esconder. É privar o público de ter acesso a informações. Quem está fazendo isso são os professores ao privar os seus alunos de filmar ou gravar as aulas. Eles [os professores] é que são os censores – e só eles. O sujeito pratica a censura covardemente sobre uma plateia cativa que não pode reagir e depois se faz de vítima da censura”, opinou.

Em seguida, Carvalho especulou sobre as razões de os professores não aceitarem serem gravados: “Ou é um agente comunista, ou ele é um incompetente ou ele é um pedófilo”.

PUBLICIDADE

“A partir dos anos 1960, os comunistas se infiltraram entre os professores. Ninguém consegue agir contra eles. Fazem greves e pedem mais dinheiro para enganar nossas crianças. Mais dinheiro para manipulá-las em sala de aula. E nós ainda caímos nessa conversa de que são ‘tão sacrificados, que ganham tão pouquinho’. Mas a classe dos professores já não é mais aquela que nós respeitávamos antigamente”, disse Carvalho.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama