fbpx
PUBLICIDADE


SBT retoma slogan ‘Brasil: ame-o ou deixe-o’; emissora alega desconhecer relação com o regime militar

Vinhetas veiculadas nesta terça exaltavam o amor ao país, mas usando referências da época do regime militar, especialmente do governo Médici

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / SBT)

O Sistema Brasileiro de Televisão veiculou nesta terça-feira (6) vinhetas de exaltação ao Brasil. O detalhe importante é que a maioria delas faz referência a slogans ou músicas popularizados durante o regime militar.

O slogan “Brasil: ame-o ou deixe-o”, por exemplo, era um lema propagandeado durante o governo Médici. Já a música “Eu te amo, meu Brasil”, da banda Os Incríveis, ficou muito associada ao período.

As vinhetas geraram repercussão nas redes sociais. O SBT deixou de veicular a vinheta com o slogan do governo Médici e alegou, por meio de sua assessoria de imprensa, desconhecer a conexão do lema com o regime militar, bem como estar interessado apenas em deixar uma mensagem de união e patriotismo. Confira duas das vinhetas veiculadas:


PUBLICIDADE



+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.