fbpx
PUBLICIDADE


Romeu Zema promete transformar Palácio das Mangabeiras em museu

O governador eleito pretende expor o palácio à visitação dos mineiros com o tratamento pejorativo de “Museu das Mordomias” e criticou o que considera incompatível com as finanças do estado

- Publicado no dia
Romeu Zema (Foto: Reprodução / Folha)

O governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema, havia prometido que dispensaria o uso do palácio oficial do governo do estado, o Palácio das Mangabeiras. Em vídeo gravado na terça-feira (30), ele garantiu que transformará o palácio em museu.

“O primeiro ato que eu quero assinar como governador de Minas Gerais é transformar a residência oficial do governador, o Palácio das Mangabeiras, no Museu das Mordomias, para que todo mineiro veja como vive o imperador de Minas Gerais, um estado falido que sequer tem dinheiro para estar pagando seus professores, militares e aposentados pontualmente”, afirmou.

Confira:


PUBLICIDADE



+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.