fbpx
PUBLICIDADE


Paulo Kogos se manifesta contra estratégia de governador eleito do Rio

Para o conhecido ativista libertário, medida que o ex-juiz Wilson Witzel pretende empregar no governo do estado aumenta o poder do estado

- Publicado no dia
Paulo Kogos (Foto: Reprodução / Youtube)

O anarcocapitalista Paulo Kogos divulgou um vídeo no último dia 31 criticando a estratégia do governador eleito do Rio de Janeiro, Wilson Witzel. Segundo ele, “não podemos deixar o medo suplantar a nossa razão e a nossa ética”.

Na opinião de Kogos, Helio Beltrão tem razão ao dizer que o que Witzel propõe ao sugerir o emprego de snipers para eliminar criminosos com fuzis é a pura “execução” e é um perigo permitir que o governo, “a pior gangue de todas”, acumule tanto poder. Disse ainda que um erro na aplicação dessa estratégia, com um tiro que atinja um inocente, dará munição à esquerda, e também que tal atitude impede que, no futuro, possa haver revoltas contra o estado.

O ideal, para ele, seria liberar as drogas e permitir o ingresso do capital nas favelas. Confira:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.