fbpx
PUBLICIDADE


Apoiadores de Jair Bolsonaro vencem eleições para governos estaduais

O PT conseguiu o governo do Rio Grande do Norte e PSDB e MDB também tiveram vitórias; os tucanos ganharam o maior número de estados em disputa neste domingo

- Publicado no dia
Wilson Witzel, próximo governador do Rio, foi eleito apoiando Jair Bolsonaro (Foto: Reprodução / Uol)

Além de Minas Gerais, houve segundo turno neste domingo (28) em outros doze estados. Entre os vencedores, destacam-se aqueles que apoiaram Jair Bolsonaro para a presidência da República.

O próprio PSL do presidente eleito conquistou os governos dos estados de Rondônia, com o Coronel Marcos Rocha, Santa Catarina, com o Comandante Moisés, e Roraima, com Antonio Denarium. Rocha venceu com 66,33% dos votos, derrotando o tucano Expedito Junior e enfatizando a segurança pública. Da mesma forma Moisés, com 71,9%, derrotou o candidato do PSD, Gelson Merísio, com uma pauta voltada à redução da máquina pública.

O PSC conquistou dois estados: o Amazonas, com o estreante Wilson Lima, que venceu com 59,81% dos votos o pedetista Amazonino Mendes, também com uma pauta de redução da máquina, e o Rio de Janeiro, em que o ex-juiz Wilson Witzel superou o ex-prefeito Eduardo Paes (DEM) com um discurso de combate ao crime e apoio a Bolsonaro, totalizando 59,87% dos votos.

Outro apoiador de Bolsonaro no segundo turno a vencer as eleições foi o tucano João Doria, em São Paulo, que bateu Marcio França (PSB) com 51,75%. O PSDB foi vitorioso em outros dois estados: Mato Grosso do Sul, onde Reinaldo Azambuja triunfou com 52,35% contra o pedetista Juiz Odilon, e Rio Grande do Sul, em que Eduardo Leite venceu com 53,62% o atual governador, José Ivo Sartori (MDB).


PUBLICIDADE



MDB, PT, PSD e PDT

O MDB de Sartori, porém, venceu no Distrito Federal, com os esmagadores 69,79%, derrotando o atual governador, Rodrigo Rollemberg (PSB), e também no Pará, com Helder Barbalho, que venceu com 55,43% o candidato do DEM, Marcio Miranda.

O PDT de Ciro Gomes conseguiu o governo do Amapá com a reeleição de Waldez Góes com 52,35% contra Capi 40 (PSB). Houve ainda um governo conquistado pelo pequeno PSD, o de Sergipe, com o candidato Belivaldo Chagas, que venceu com 64,72% o adversário Valadares Filho (PSB). O PT de Fernando Haddad e dos ex-presidentes Lula e Dilma apenas disputou eleição e venceu no Rio Grande do Norte, com Fátima Bezerra, que bateu com 57,60% o pedetista Carlos Eduardo.

+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.