PUBLICIDADE


Tudo pelo poder: Fernando Haddad elogia Sérgio Moro

O candidato petista afirmou que o juiz da Lava Jato tem um saldo positivo em suas realizações e também que o PT é capaz de reconhecer erros

- Publicado no dia
Fernando Haddad (Foto: Reprodução / R7)

O esforço do petista Fernando Haddad por se desvencilhar dos elementos que estimulam o antipetismo continua. Na última quarta-feira (17), ele chegou a elogiar uma figura que é considerada persona non grata pela maioria de seus correligionários: o juiz Sérgio Moro. [1]

Primeiro, o presidenciável do PT admitiu erros cometidos pelo segundo governo Dilma e afirmou que, se eleito, vai eliminar, por exemplo, a desoneração das empresas. “Eu acho correto que a gente reconheça erros”, disse, em entrevista exclusiva ao SBT.


PUBLICIDADE


Haddad estava reagindo diretamente às críticas de Cid Gomes, irmão de Ciro Gomes, que discursou a um público petista afirmando que o partido fez “muita besteira” e era incapaz de reconhecer isso. Em seguida, ele elogiou a atuação de Moro, responsável pela condução dos processos da Lava Jato.  “Em geral, ele ajudou”, afirmou o presidenciável. “Há reparos a fazer”, acrescentou. “O saldo é positivo”.

Haddad destacou ainda que está aberto ao apoio de todos os que “acreditam na democracia”, inclusive o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, com quem tem uma “relação antiga, cordial e respeitosa”.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.