fbpx
PUBLICIDADE


Corrente ‘Esquerda pra Valer’, do PSDB, declara apoio a Fernando Haddad

Em carta divulgada nas redes sociais, movimento interno do PSDB também criticou diversas posturas de Jair Bolsonaro e ameaçou por expulsão membros que apoiarem o candidato do PSL

- Publicado no dia
O governador Geraldo Alckmin foi um dos convidados do evento da corrente “PSDB: Esquerda pra Valer”, ocorrido em outubro. (Foto: Reprodução/Facebook)

A corrente “Esquerda pra Valer”, do PSDB, que apoiava a campanha de Geraldo Alckmin à presidência da República e é crítica à ascensão de João Doria no partido, decidiu apoiar Fernando Haddad (PT) no segundo turno. [1]

Em carta divulgada nas redes sociais, a tendência partidária critica Jair Bolsonaro (PSL) por seus posicionamentos e ser “a favor dos crimes cometidos pela ditadura”, mas pede que a candidatura de Fernando Haddad promova uma “profunda autocrítica sobre a convivência republicana com as oposições e a forma de construção da governabilidade”, frisando a ética.


PUBLICIDADE



“Lembramos que, historicamente, as forças democráticas já estiveram juntas em situações semelhantes no segundo turno da campanha presidencial de 1989”, diz a carta, que cita como exemplos também as eleições de 1992, 1996, 1998 e 2000 à Prefeitura de São Paulo.

Ao fim, diz o texto, o “Movimento PSDB Esquerda para Valer recomenda a seus integrantes o apoio ao candidato Fernando Haddad, não a seu partido, com respeito às manifestações de neutralidade”.

A organização afirma ainda que os seus membros que se manifestarem a favor de Jair Bolsonaro “serão considerados incompatíveis com os princípios fundamentais do EPV, levando à exclusão do filiado desta tendência”, disse.

★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.