fbpx
PUBLICIDADE

Livres se posiciona contra o PT e contra Bolsonaro e prega independência

Movimento deixou o PSL no início do ano com a entrada de Jair Bolsonaro ao partido e tornou-se suprapartidário; dentre os parlamentares eleitos ligados ao grupo, está o ex-ministro Marcelo Calero
Anúncio sobre o destino do Livres após deixar o PSL (Foto: Divulgação)
Anúncio sobre o destino do Livres após deixar o PSL (Foto: Divulgação)

O movimento Livres divulgou nota nesta quarta-feira (9) sobre seu posicionamento oficial no segundo turno das eleições.

Como a própria organização reconhece, não é nenhuma surpresa a postura escolhida: neutralidade.

“Quem é Livres por inteiro não apoia nem o PT, nem Bolsonaro”, diz a nota, que conta também com críticas às duas forças políticas.





O texto ainda garante que a bancada do Livres no Congresso “terá uma atuação de independência em relação ao governo, sempre atuando em favor do país”, mas sem deixar de lado as reformas.

Como se sabe, o Livres era um projeto de renovação do PSL e deixou a legenda com a chegada de Bolsonaro, no início de 2018. Com as eleições, o PSL se tornou o segundo maior partido da Câmara dos Deputados. Já o Livres, desde janeiro, atua como um movimento suprapartidário.

Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama