SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



Em quem votar em SP? Conheça alguns candidatos a deputado federal e estadual

Boletim da Liberdade dá prosseguimento à série que expõe algumas das figuras representativas do cenário pró-liberdade que concorrem por uma cadeira nas Assembleias Legislativas ou na Câmara dos Deputados

- Publicado no dia
Foto: Editoria de Arte

O Boletim da Liberdade dá prosseguimento nesta semana à série de posts que visa evidenciar os principais candidatos representativos que concorrem ao Legislativo nas praças que mais acessam o site. Desta vez, o foco é São Paulo.

Não se trata de sugestão de voto, mas uma forma de apresentar e facilitar o processo de pesquisa e escolha individual de cada leitor, geralmente alinhado a valores liberais ou conservadores.

A escolha seguiu critérios como relevância no cenário político, pluralidade de ideias e partidos, representatividade e trabalhos já prestados. Naturalmente, foram critérios de eliminação o endosso a ideias socialistas ou clara oposição à liberdade econômica.

Candidatos a DEPUTADO FEDERAL em São Paulo:

Nome e Número
Partido
Descrição
Kim Kataguiri é o rosto mais conhecido do Movimento Brasil Livre. Com apenas 22 anos, talvez seja também o mais simbólico retrato do novo movimento liberal do país, constituído principalmente por jovens. Ativista político e dono de um conhecimento político invejável, ganhou projeção nas manifestações que derrubaram Dilma. Na Câmara, pretende lutar pelo fim de privilégios dos políticos (cortando inclusive o próprio), acabar com supersalários, simplificar e diminuir impostos e reduzir o Estado.
Sobrinho do imperador do Brasil em caso de restauração monárquica - mas sem nenhum direito dinástico, renunciado pelo seu pai também aos descendentes -, Luiz Philippe de Orlens e Bragança é advogado e escritor. Iria se candidatar pelo Partido Novo, mas há cinco meses deixou a legenda de Amoêdo para se juntar às fileiras de Bolsonaro, de quem quase foi candidato a vice. Na Câmara, divulgou que defenderá que a criação de impostos, despesas e aumento salarial dos políticos passem por referendo e também pretende defender a adoção do voto distrital puro.
Apoiado pelo movimento Livres e fundador do movimento de renovação 'Agora!', Humberto Laudares é doutor em economia pela Universidade de Columbia (EUA). Assim como Paulo Gontijo, no Rio, elaborou um 'Plano de Mandato' onde esclarece como será sua atuação se eleito. Dentre as medidas que pretende defender, estão a descriminalização do aborto e das drogas, o aumento da licença paternidade para 40 dias e o fortalecimento das instituições de combate à corrupção. Seu programa de mandato se define em três eixos: modernização da economia, igualdade de oportunidades e fortalecimento da democracia.
Filho do secretário municipal de desestatização de São Paulo, Wilson Poit, Vinicus defende vouchers para educação e é crítico da doutrinação escolar. Empreendedor na iniciativa privada e formado em administração pela FGV, tem ao longo do ano publicado diversos vídeos em sua página no Facebook. Poit defende no Congresso lutar pela liberdade de atuação dos motoristas de aplicativo, com menos regulamentação, obstáculos e impostos.
Neto do empresário Nevaldo Rocha, fundador da Riachuelo, e sobrinho de Flávio Rocha, que quase concorreu à presidência da República com o apoio do MBL, Kanner é coordenador nacional do Movimento Brasil 200, criado pelo tio no início de 2018. Pretende no Congresso lutar por apoiar o empreendedorismo e o microcrédito, além da moradia de baixo custo para comunidades carentes. Afirma em seu site ter interrompido a carreira de executivo por estar inconformado com os rumos do país. Kanner se compromete a fazer um "mandato democrático, transparente e ético".

PUBLICIDADE



Candidatos a DEPUTADO ESTADUAL em São Paulo:

Nome e Número
Partido
Descrição
O youtuber Arthur do Val, hoje aos 32 anos, estava na rua em maio de 2015 quando se deparou com uma manifestação favorável à posse do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva como Ministro da Casa Civil no eclipsar do governo Dilma. Pegou o celular e começar a fazer perguntas para os manifestantes. Boa partes deles sequer sabia o motivo do protesto. Esse foi o vídeo que levou o canal "Mamãe Falei" ao estrelato. De lá para cá, são 1,6 milhões de inscritos, 160 milhões de visualizações e uma história construída como um dos principais influenciadores do movimento liberal. Arthur é o candidato do MBL para as eleições para a ALESP e tem como uma de suas propostas o seguro anti-corrupção.
Apoiado pelo movimento Livres, Daniel José é formado em economia pelo Insper e mestre em relações internacionais por Yale (EUA). Tem passagem pelo mercado financeiro e participação em trabalhos humanitários. Na ALESP, pretende defender o foco na educação básica, na capacitação do jovem para o emprego, na reforma da previdência estadual e na reforma do funcionalismo público.
Advogada e professora da USP, Janaina Paschoal ganhou projeção nacional por ter estado entre os autores do pedido de impeachment da ex-presidente Dilma. Assim como Luiz Philippe de Orleans e Bragança, chegou a ser cotada como candidata a vice-presidente de Jair Bolsonaro, mas recusou alegando motivos pessoais. Na ALESP, pretende lutar pela prevenção ao uso de drogas, efetiva fiscalização das verbas públicas e no aumento de vagas em período integral na rede pública.
Formado em gestão pública, Paulo Mathias tem 27 anos, se considera um liberal e é um dos 130 candidatos selecionados pelo programa RenovaBR. Se eleito, promete "reduzir drasticamente" a quantidade de assessores em seu gabinete. Mathias também afirmou que defende que espaços públicos possam ter o nome de uma empresa privada, desde que também seja financiado por ela.
Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também