fbpx
PUBLICIDADE


Filha de Eduardo Cunha quer que todos sejam doadores automáticos de órgãos

Candidata a deputada federal pelo partido do pai, o MDB, ela quer facilitar os trâmites burocráticos e inverter: quem não quiser doar é que deverá declará-lo

- Publicado no dia
(Foto: Laura Marques/Agência O Globo)

Danielle Cunha, filha do ex-presidente da Câmara dos Deputados que acolheu o pedido de impeachment de Dilma, o hoje preso Eduardo Cunha, divulgou vídeo de campanha na última quarta-feira (19) com uma proposta bastante pitoresca. Ela propõe que todas as pessoas sejam transformadas automaticamente em doadoras de órgãos.

Danielle disse que “as filas são intermináveis” e “o excesso de burocracia faz com que muita gente deixe de doar”. Para ela, a solução seria aprovar um projeto de lei “que torne todo mundo doador automático. Desta forma, deixa de ser quem quer, mas tira a burocracia, fazendo com que muitos doem órgãos, salvando muito mais vidas”.

Confira:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O sexto grupo do Boletim da Liberdade no WhatsApp está com vagas abertas. É por tempo limitado. Entre apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.