fbpx
PUBLICIDADE

MBL se junta ao movimento #EleNão, contra a eleição de Haddad à presidência

Em vídeo publicado no YouTube, Kim Kataguiri cita uma série de fatos atribuídos à personalidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e critica a candidatura de Fernando Haddad, do PT
Foto: Reprodução/YouTube

O Movimento Brasil Livre aderiu na última quarta-feira (19) à corrente #EleNão. Mas, diferente do que muitos internautas poderiam imaginar, o movimento utilizou o mote para frisar que é contrário à eleição de Fernando Haddad à presidência da República. [1]

No filme, Kim – que é coordenador nacional da entidade e candidato a deputado federal em São Paulo – se refere a uma série de fatos atribuídos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Esse é um manifesto do Movimento Brasil Livre contra o recesso, contra o fim da democracia, contra a intolerância, contra a polarização e a divisão que tomou conta do nosso país. Não interessa quem seja o seu candidato à presidência da República, ele não dá. Ele nunca pode ser presidente da República. Ele não! Porque ele discrimina jornalistas, quer mandar prender todos aqueles que discordam da sua opinião e não aceita nenhum tipo de crítica”, afirma.





Compartilhe essa notícia:




O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama