fbpx

MBL se junta ao movimento #EleNão, contra a eleição de Haddad à presidência

Em vídeo publicado no YouTube, Kim Kataguiri cita uma série de fatos atribuídos à personalidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e critica a candidatura de Fernando Haddad, do PT
Foto: Reprodução/YouTube

O Movimento Brasil Livre aderiu na última quarta-feira (19) à corrente #EleNão. Mas, diferente do que muitos internautas poderiam imaginar, o movimento utilizou o mote para frisar que é contrário à eleição de Fernando Haddad à presidência da República. [1]

No filme, Kim – que é coordenador nacional da entidade e candidato a deputado federal em São Paulo – se refere a uma série de fatos atribuídos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Esse é um manifesto do Movimento Brasil Livre contra o recesso, contra o fim da democracia, contra a intolerância, contra a polarização e a divisão que tomou conta do nosso país. Não interessa quem seja o seu candidato à presidência da República, ele não dá. Ele nunca pode ser presidente da República. Ele não! Porque ele discrimina jornalistas, quer mandar prender todos aqueles que discordam da sua opinião e não aceita nenhum tipo de crítica”, afirma.

[wp_ad_camp_1]

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?