SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



MBL se junta ao movimento #EleNão, contra a eleição de Haddad à presidência

Em vídeo publicado no YouTube, Kim Kataguiri cita uma série de fatos atribuídos à personalidade do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e critica a candidatura de Fernando Haddad, do PT

- Publicado no dia
Foto: Reprodução/YouTube

O Movimento Brasil Livre aderiu na última quarta-feira (19) à corrente #EleNão. Mas, diferente do que muitos internautas poderiam imaginar, o movimento utilizou o mote para frisar que é contrário à eleição de Fernando Haddad à presidência da República. [1]

No filme, Kim – que é coordenador nacional da entidade e candidato a deputado federal em São Paulo – se refere a uma série de fatos atribuídos ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

“Esse é um manifesto do Movimento Brasil Livre contra o recesso, contra o fim da democracia, contra a intolerância, contra a polarização e a divisão que tomou conta do nosso país. Não interessa quem seja o seu candidato à presidência da República, ele não dá. Ele nunca pode ser presidente da República. Ele não! Porque ele discrimina jornalistas, quer mandar prender todos aqueles que discordam da sua opinião e não aceita nenhum tipo de crítica”, afirma.


PUBLICIDADE



+ CURSO SEGREDOS DO BITCOIN 2.0: Treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas
+ CURSO PARA CRIAR SEU NEGÓCIO ONLINE. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também