PUBLICIDADE


Vice de João Amoêdo contesta pauta liberal de Bolsonaro

O vice acredita que Bolsonaro é muito mais parecido com Dilma Rousseff e Ernesto Geisel que com o liberalismo e que só Amoêdo pode representar a bandeira liberal

- Publicado no dia
Christian Lohbauer (Foto: Reprodução / Scoopnest)

O candidato a vice-presidente de João Amoêdo, o professor Christian Lohbauer, pelo Partido Novo, divulgou um vídeo nesta segunda-feira (17) sobre a candidatura de Jair Bolsonaro. Para ele, o suposto liberalismo do presidenciável do PSL é uma fraude e apenas a chapa do NOVO tem condições de representar essas bandeiras.

Para o professor, “liberal não é uma coisa que você pode usar e sair falando por aí sem que você tenha convicções a respeito”. Atendo-se à questão econômica, Lohbauer diz que Bolsonaro não é favorável a bandeiras como o enfrentamento das concorrências internacionais, abertura de mercado, capacitação das estatais e eliminação de uma boa parte delas – inclusive a Petrobras, que “não tem nada de estratégica, porque foi mostrado aí que de estratégica não tinha nada, se não, não tinham quebrado a empresa”.

Para ele, Bolsonaro está muito alinhado à nova matriz econômica de Dilma Rousseff e ao governo Geisel, penúltimo do regime militar. Confira o vídeo:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura ou fazendo uma doação de qualquer valor. Contamos com você para viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor


Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.