fbpx
PUBLICIDADE

NOVO muda planos de 7 de setembro em virtude do atentado a Jair Bolsonaro

Partido que lança João Amoêdo à presidência da República pediu também "cuidado e respeito" aos apoiadores e ativistas que forem participar de atos neste Dia de Independência
Christian Lohbauer e João Amoêdo foram candidatos a vice e a presidente da República pelo NOVO nas eleições de 2018 (Foto: Divulgação)
Christian Lohbauer e João Amoêdo são candidatos a vice e a presidente da República pelo NOVO. (Foto: Divulgação)

O Partido Novo emitiu na manhã desta sexta-feira (7) uma nota oficial pedindo a desmobilização dos atos previstos para o Dia da Independência. A solicitação ocorre em virtude do atentado à vida de Jair Bolsonaro (PSL), candidato à presidência da República líder nas pesquisas de intenção de voto e que foi esfaqueado nesta quinta-feira (6) em Juiz de Fora (MG).

Na nota, o NOVO explica que havia preparado o que chamou de “uma ação nacional”, mas que “em função do inaceitável ataque ao candidato Jair Bolsonaro e à democracia”, estava orientando que “as ações de hoje que não puderem ser desmobilizadas, sejam transformadas em ações em prol da união nacional, por mais tolerância e contra a radicalização”.

O partido que lança João Amoêdo à presidência da República também orientou aos seus apoiadores “que venham a participar de algum evento no dia de hoje” demonstrem “cuidado e respeito pelo delicado momento que estamos vivendo”.









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama