fbpx
PUBLICIDADE


MBL se preocupa com possibilidade de revolução em caso de vitória do PT

De acordo com o coordenador Renan Santos, o risco de uma vitória de Fernando Haddad é o de uma ruptura completa na ordem institucional

- Publicado no dia
Renan Santos (Foto: Reprodução / Sul21)

Coordenador do Movimento Brasil Livre em São Paulo, Renan Santos publicou um vídeo neste sábado (1) no canal do grupo no Youtube para fazer um alerta. Segundo ele, embora improvável, existe a possibilidade de uma vitória de Fernando Haddad (PT) nas eleições e isso poderia encaminhar o Brasil de volta para um estado “pré-revolucionário”.

O vídeo começa com um registro da participação de José Dirceu em um hangout, afirmando que o lulopetismo deve adotar a estratégia do adversário, organizando forças populares para mobilizações. Renan ressaltou que Dirceu reconheceu, em caráter quase inédito, a natureza “popular” dos movimentos de rua para depor Dilma Rousseff, e admitiu que o PT, alcançando o governo, deveria fazer o mesmo para fortalecer sua presença no poder.

Renan crê que, logo após uma eventual vitória de Haddad, a eleição seria questionada e haveria muitas manifestações de rua contra ele mobilizadas pela rejeição ao PT. Ao mesmo tempo, o “Centrão” poderia estabelecer um acordo com o presidente para se proteger da Operação Lava Jato, o que incendiaria ainda mais a situação. Parafraseando Fernando Henrique Cardoso, Renan acredita na possibilidade, nesse cenário, de um desfecho revolucionário da crise política. Confira na íntegra:


PUBLICIDADE



+ ÚLTIMAS VAGAS: Curso de Introdução de Liberalismo abre vagas para a primeira turma por tempo limitado

★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.