IFL-SP divulga nota sobre cancelamento de debate de presidenciáveis

A instituição se pronunciou oficialmente pela primeira vez sobre ter “desconvidado” João Amoêdo e atribui culpa por cancelamento de debate aos demais candidatos

- Publicado no dia
João Amoêdo (Foto: Reprodução / Diários da Liberdade)

O Instituto de Formação de Líderes de São Paulo quebrou o silêncio neste sábado (25) sobre o debate entre candidatos à presidência que estava marcado para ocorrer no 5º Fórum Liberdade e Democracia e foi cancelado. A instituição se pronunciou sobre a atitude de ter “desconvidado” o candidato do Partido Novo, João Amoêdo, e agora explicou os motivos para o debate não ser realizado. [1]

Na nota, que foi publicada no site do InfoMoney, o IFL explica que a intenção era realizar um debate pautado pelos princípios e valores do instituto, o que raramente foi possível na história do movimento liberal no país. Com o objetivo de fazer uma maior divulgação, o instituto convidou a Jovem Pan para divulgar o evento, mas encontrou dificuldades, a primeira delas a necessidade de desconvidar Amoêdo para garantir a presença dos demais.

“Pesou na decisão o caráter apartidário do instituto, uma vez que se fez necessário um critério objetivo para seleção dos participantes (intenção de votos)”, justificaram, afirmando compreender a pressão da militância do NOVO. O IFL garante ter se desculpado formalmente e sente “não ter restado absolutamente nenhum mal estar entre o IFL-SP e o Amoêdo”.

O IFL conclui dizendo que conseguiu incluir Amoêdo no painel, mas cometeu o erro de acreditar “na palavra de políticos profissionais”. Poucos dias antes da realização do debate, “mostrando evidente falta de compromisso e de respeito”, todos os candidatos cancelaram suas participações, exceto o próprio Amoêdo e o candidato do Podemos, Álvaro Dias. “Talvez alguns dos candidatos ainda não estejam preparados para debater novas ideias num ambiente moderno e democrático”, especularam.


PUBLICIDADE



O que disse João Amoêdo

Em sua página no Facebook, o candidato do Partido Novo comentou que “a velha política tem perna curta” e que “é lamentável que candidatos à Presidência do Brasil tenham atitudes de natureza tão antidemocrática quanto exigir a minha ausência em um debate, impedindo que o eleitor seja apresentado a novas ideias”. Confira:

Leia também:  João Amoêdo pede prioridade do Estado no ensino básico em vez das faculdades

Confira também:

► CHEGOU A HORA DE APRENDER SOBRE BITCOINS EM UM GUIA OBJETIVO: Um treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas e ganhar dinheiro.

► CRIE UM NEGÓCIO ONLINE E COMPLEMENTE A SUA RENDA. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar sem sair de casa.

► VOCÊ SABIA QUE EXISTE TÉCNICA PARA GANHAR NA LOTERIA? Quem comprou, não se arrependeu. 10 dias de garantia ou o seu dinheiro de volta

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.