fbpx
PUBLICIDADE


Elena Landau é a nova presidente do Livres e defende ‘pauta progressista’

A nova presidente do movimento suprapartidário assume o lugar que até então era ocupado por Paulo Gontijo, que será candidato a deputado no Rio

- Publicado no dia
Elena Landau (Foto: Reprodução / O Globo)

O movimento suprapartidário Livres anunciou nesta quarta-feira (22) quem ocupará a sua presidência a partir de agora. O empreendedor Paulo Gontijo, que concorrerá ao cargo de deputado estadual, foi substituído pela economista e advogada Elena Landau.

Landau é mais conhecida por ter atuado na coordenação do programa de privatizações dos governos de Fernando Henrique Cardoso. “Vamos apoiar nossas cerca de 40 lideranças nas eleições e estamos finalizando uma agenda de propostas que construímos diretamente com os associados do Livres”, ela explicou.

“Defender a liberdade é urgente e é uma missão que exige consistência, coisa que está em falta em muita gente que se diz liberal por aí. As reformas são fundamentais na economia, mas também existe uma agenda inadiável de promoção da igualdade de oportunidades e de valores de liberdade individual que são inegociáveis”, acrescentou a presidente, delineando a agenda que o Livres seguirá sustentando durante sua gestão.

O mesmo anúncio informou que o Livres está oficialmente constituído como uma associação civil sem fins lucrativos. Elena Landau sintetizou as notícias em um vídeo, em que diz que o Livres junta o liberalismo econômico com a “pauta progressista”. Confira na íntegra:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.