fbpx
PUBLICIDADE


Jair Bolsonaro diz que nunca foi favorável à liberação da caça ‘de forma irracional’

O deputado e candidato à presidência foi acusado de defender a caça de forma irrestrita e se apressou em rebater; segundo ele, o problema é a proliferação do javali

Javalis, considerados pragas em algumas regiões do país (Foto: Reprodução / Medio Tejo)

O candidato à presidência Jair Bolsonaro, do PSL, respondeu a críticas dando conta de que ele seria favorável à liberação irrestrita da caça no Brasil. Em vídeo publicado no último dia 25, Bolsonaro afirmou que a causa de tudo foi uma edição em um vídeo em que defendia a caça aos javalis, que se tornaram uma praga em alguns estados do Brasil.

O divulgador da edição seria um perfil chamado André Luiz Ornellas, que comentou que Bolsonaro ludibriaria os eleitores e seguidores com o argumento de que o vídeo foi editado, mas ele quis dizer efetivamente que é a favor de “matar por prazer”.

Bolsonaro disse que a edição realmente aconteceu e que a caça ao javali é liberada em Tocantins, Rio Grande do Sul e estados do Centro-Oeste, exatamente porque esses animais se reproduzem “como coelhos”, destroem plantações e matam todos os tipos de animais locais. “Sou favorável, de forma racional, a liberar a caça aos javalis”.

Confira o vídeo com a explicação de Bolsonaro:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo...

...mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.


➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Muito obrigado!



PUBLICIDADE



Comentários