fbpx
PUBLICIDADE

Núcleo nacional do Movimento Brasil Livre decide posição oficial nas eleições

O MBL não deverá ter um candidato oficial à presidência, mas se concentrará em combater as pré-candidaturas do petista Lula e do pedetista Ciro Gomes
Vídeo do comunicado oficial (Foto: Reprodução / Youtube)
Vídeo do comunicado oficial (Foto: Reprodução / Youtube)

O núcleo nacional do Movimento Brasil Livre divulgou nesta quarta-feira (18) um vídeo estabelecendo a posição oficial do grupo nas eleições. O movimento vai atuar contra duas candidaturas presidenciais e se concentrar no Legislativo, sem escolher um único nome para apoiar.

Os candidatos que o MBL não quer que vençam de jeito nenhum são o ex-presidente Lula e o pedetista Ciro Gomes. “A gente não se manifestou, não fez as maiores manifestações da história do país e derrubou o governo petista para simplesmente jogar tudo nas mãos de Lula ou nas mãos de Ciro. A gente não fez isso para cair nas mãos de mais uma vez gente autoritária, gente totalitária”, explicou Kim Kataguiri.

O MBL também pretende ajudar a eleger uma bancada liberal que pode servir para dar sustentação a um presidente “liberal ou conservador”, ou para se opor a um governo avesso à sua orientação. Enquanto Kim fala, o vídeo mostra as imagens de alguns pré-candidatos, como ele próprio, Arthur do Val, o jornalista Paulo Eduardo Martins e o ativista de segurança pública Roberto Motta.





Confira o vídeo completo:





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Siga o Boletim

Leia também