fbpx

General Augusto Heleno não será candidato a vice de Bolsonaro

O general era visto como a possibilidade mais forte ao longo da terça-feira, mas uma posição negativa de seu partido pôs fim ao plano
General Augusto Heleno (Foto: Reprodução / Diário do Nordeste)

A notícia que ganhou força nesta terça-feira (17) era de que o general Augusto Heleno poderia ser anunciado nesta quarta-feira (18) como vice da chapa de Jair Bolsonaro (PSL) à presidência. A quarta-feira veio e a possibilidade não se concretizou.

Segundo a Veja,  o PRP, partido a que o general está filiado, rejeitou a aliança com o partido de Bolsonaro. O próprio Bolsonaro explicou o motivo à revista. [1]

“O que eles alegaram é que não daria tempo de reunir os estados, que tem estados que já estão fechados com o governador e gente querendo apoiar outro candidato (à Presidência)”, disse o pré-candidato.

Mesmo quando a possibilidade de fazer uma aliança exclusivamente nacional foi aventada, o PRP não aceitou. Na Bahia, por exemplo, o PRP já fechou aliança com o petista Rui Costa para sua reeleição como governador. Com o desfecho indesejado, o PSL precisará de outro nome para vice, e o nome da advogada Janaína Paschoal ganha força. Já o general disse que sairá de seu partido para ajudar na campanha de Bolsonaro. [2]

Leia também:  Bolsonaro pode ser preso? Juristas explicam

[wp_ad_camp_1]

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?