fbpx
PUBLICIDADE

Maioria dos deputados investigados na Lava Jato vai concorrer à reeleição

Número de parlamentares investigados que têm interesse em continuar na política é amplamente majoritário; o presidente da Câmara é um deles
Câmara dos Deputados (Foto: Reprodução / O Sul)

Câmara dos Deputados (Foto: Reprodução / O Sul)

O desejo de renovação na política é um dos anseios mais comentados Brasil afora. Porém, segundo levantamento do Estadão publicado em maio, a ampla maioria dos deputados federais que estão sendo investigados e processados na Operação Lava Jato estará tentando convencer o eleitorado de que merece uma nova chance.

Os números são impressionantes: 50 dos 55, 91% do total, estarão disputando a reeleição em 2018. Entre eles, a grande maioria quer ser reconduzida ao mesmo cargo, enquanto quatro pretendem tentar o Senado, dois pleiteiam governos estaduais, um o Legislativo estadual e ainda um aventava a presidência da República – o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ). [1]

Em matéria de distribuição partidária, 12 desses parlamentares figuram no PP, outros 12 no PT, seis no PSDB e quatro no DEM. O desejo de manter a vida política vem em momento em que, de acordo com decisão do STF, o foro privilegiado passa a valer somente para crimes cometidos durante o exercício do cargo e necessariamente em função dele.









O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama