SOBRE     ASSINE     NEWSLETTER     FACEBOOK     TWITTER     YOUTUBE



Lembra dele? Sumido, justiça aperta o cerco contra youtuber ancap Dâniel Fraga

Influenciador digital fez sucesso no início da década defendendo princípios libertários e a adoção do Bitcoin; segundo o Portal do Bitcoin, youtuber foi proibido também de contratar serviços de internet

- Publicado no dia
O youtuber Dâniel Fraga fez sucesso no ínicio da década (Foto: Reprodução/Facebook)

O ex-youtuber Dâniel Fraga está proibido de sair do Brasil. A informação foi publicada originalmente pelo Portal do Bitcoin. [1]

Fraga fez sucesso no início da década difundindo em seu canal princípios libertários. Posteriormente, foi um dos primeiros a prever o crescimento dos bitcoins quando a moeda custava ainda menos de R$ 15 a unidade. Atualmente, cada moeda custa cerca de R$ 25 mil, o que leva muitos internautas a crerem de que ele tenha se tornado milionário.


PUBLICIDADE



De acordo com o Portal do Bitcoin, Fraga está sendo processado por dois auditores fiscais que se consideraram ofendidos após o youtuber afirmar que “a Receita Federal ensina a roubar”.

Como até hoje Dâniel Fraga não foi encontrado pela Justiça, a juíza do caso teria determinado, além da apreensão do passaporte, a suspensão do título de eleitor, o direito de ele contratar serviços de internet e ter uma carteira nacional de habilitação.

Confira também:

► CHEGOU A HORA DE APRENDER SOBRE BITCOINS EM UM GUIA OBJETIVO: Um treinamento para iniciar no mercado de criptomoedas e ganhar dinheiro.

► CRIE UM NEGÓCIO ONLINE E COMPLEMENTE A SUA RENDA. Siga o passo a passo para em 30 dias começar a faturar sem sair de casa.

► VOCÊ SABIA QUE EXISTE TÉCNICA PARA GANHAR NA LOTERIA? Quem comprou, não se arrependeu. 10 dias de garantia ou o seu dinheiro de volta

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Seja um assinante e receba nosso conteúdo por Whatsapp


Seja um mantenedor com uma doação única de qualquer valor

Comentários

Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo