fbpx
PUBLICIDADE

Lembra dele? Sumido, justiça aperta o cerco contra youtuber ancap Dâniel Fraga

Influenciador digital fez sucesso no início da década defendendo princípios libertários e a adoção do Bitcoin; segundo o Portal do Bitcoin, youtuber foi proibido também de contratar serviços de internet
O youtuber Dâniel Fraga fez sucesso no ínicio da década (Foto: Reprodução/Facebook)
O youtuber Dâniel Fraga fez sucesso no ínicio da década (Foto: Reprodução/Facebook)
PUBLICIDADE

O ex-youtuber Dâniel Fraga está proibido de sair do Brasil. A informação foi publicada originalmente pelo Portal do Bitcoin. [1]

PUBLICIDADE

Fraga fez sucesso no início da década difundindo em seu canal princípios libertários. Posteriormente, foi um dos primeiros a prever o crescimento dos bitcoins quando a moeda custava ainda menos de R$ 15 a unidade. Atualmente, cada moeda custa cerca de R$ 25 mil, o que leva muitos internautas a crerem de que ele tenha se tornado milionário.

De acordo com o Portal do Bitcoin, Fraga está sendo processado por dois auditores fiscais que se consideraram ofendidos após o youtuber afirmar que “a Receita Federal ensina a roubar”.

PUBLICIDADE

Como até hoje Dâniel Fraga não foi encontrado pela Justiça, a juíza do caso teria determinado, além da apreensão do passaporte, a suspensão do título de eleitor, o direito de ele contratar serviços de internet e ter uma carteira nacional de habilitação.

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama