fbpx
PUBLICIDADE


Monopólio de refino de petróleo pode acabar no Brasil em breve

A medida estaria sendo orquestrada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) para combater os altos preços dos combustíveis

- Publicado no dia
Refinaria (Foto: Reprodução / O Petróleo)

Os liberais que não suportam a devoção brasileira aos monopólios na área do petróleo poderão comemorar em breve, segundo a coluna de Lauro Jarim em O Globo. O monopólio do refino de petróleo pela Petrobras estaria perto de acabar. [1]

A medida seria determinada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), responsável por zelar pela livre concorrência. O órgão criou um grupo de trabalho para encerrar esse antigo e persistente monopólio, apontado como um dos responsáveis pelos preços elevados dos combustíveis no país.

A ideia teria sido colocada em prática logo depois da greve dos caminhoneiros e o Cade estaria planejando determinar em setembro quantas refinarias a Petrobras terá que vender e quando. Lauro Jardim ilustra a matéria lembrando que o mesmo monopólio terminou nos EUA em 1911, quando a Suprema Corte obrigou a Standard Oil, detentora de 85% do refino, a vender todas as suas refinarias.


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Nós criamos o Boletim da Liberdade porque acreditamos em um jornalismo sério, independente e de viés liberal. Você pode ajudar esse projeto.

Para que possamos manter e melhorar nossa missão de organizar, divulgar e apurar informações de interesse público, tornando-as acessíveis para todos, precisamos da sua ajuda. Se você é um entusiasta do Boletim, colabore fazendo uma assinatura. Com menos de R$ 10 ao mês, você ajuda a viabilizar um jornalismo mais plural e democrático no Brasil e tem acesso a conteúdos exclusivos.

Apoie a mídia independente: curta nossa página.


Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



Leia também
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.