fbpx
PUBLICIDADE


PCO diz que imperialismo estrangeiro quer tirar Neymar da Copa

O jogador brasileiro estaria sendo alvo de uma conspiração de potências imperialistas para impedir o sexto título da Seleção Brasileira

Neymar (Foto: Reprodução / iG Esporte)

Veículo publicado pelo Partido da Causa Operária, o Diário da Causa Operária publicou nesta segunda-feira (2) uma matéria inusitada sobre a Copa do Mundo de Futebol. Segundo o jornal, potências imperialistas estariam tentando interferir nas partidas para impedir o campeonato do Brasil. [1]

Seu alvo principal seria o ponta-esquerda Neymar, considerado a referência do time. O artigo inicia ressaltando que o árbitro de vídeo está “‘errando’ sistematicamente” contra o Brasil.

De acordo com o texto, o imperialismo “está empenhado em falsificar a realidade contra o time brasileiro, que está cada vez mais perto de mais um título”, com a eliminação de “times fraudulentos” como Espanha e Alemanha. O mote da crítica é um comentário do ex-goleiro da Dinamarca, Peter Schmeichel, que criticou a “atuação” de Neymar em momentos de contato físico, supostamente procurando “exagerar” o impacto de entrechoques ou esbarrões.

Schmeichel teria pedido o uso do árbitro de vídeo contra o brasileiro e desejaria sua saída da Copa. Para o PCO, as declarações do ex-jogador são parte de uma campanha que tem levado Neymar a “apanhar em campo” sem a intervenção dos árbitros. Tudo faria parte de uma atitude desesperada para enfraquecer o time brasileiro.


PUBLICIDADE



★ ★ ★

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo...

...mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.


➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Muito obrigado!



PUBLICIDADE



Comentários

Leia também