fbpx

Prefeito do Rio vai para o palco para construir museu sem dinheiro público

Marcelo Crivella está empenhado em construir memorial que relembrará o assassinato em massa de seis milhões de judeus durante a Segunda Guerra, um dos maiores atentados feitos pelo Estado moderno
Maquete virtual prevê como será o Museu do Holocausto, a ser erguido em cartão postal do Rio de Janeiro com dinheiro privado (Foto: Reprodução/SBT)

O Prefeito do Rio de Janeiro voltou aos palcos na última quinta-feira (14) para ajudar na arrecadação de recursos para a construção do Museu do Holocausto, que será um dos marcos de sua gestão. Líder religioso e cantor gospel, Marcelo Crivella (PRB) prometeu que 100% do dinheiro necessário para a construção advirá do financiamento privado. [1]

“Aguardado por 25 anos, o projeto agora está se tornando realidade”, disse Crivella em seu Facebook. A pedra fundamental da obra foi lançada em julho do ano passado e ficará em um dos principais pontos do bairro de Botafogo, no Mirante do Pasmado, cartão postal da capital fluminense.

[wp_ad_camp_1]

Na ocasião, Crivella afirmou que “a maior homenagem que se pode dar aos seis milhões [de judeus mortos pelo Estado nazista] não seria apenas erguendo o monumento”, mas sim bradando ao mundo a frase “Holocausto nunca mais”. Como se sabe, o holocausto foi um dos maiores atentados contra a liberdade individual feitos pelo Estado moderno. [2][3]

[fbvideo link=”https://www.facebook.com/marcelocrivella/videos/1881710535185521/” width=”920″ height=”” onlyvideo=”0″]

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?