fbpx

João Amoêdo defende a digitalização dos serviços cartoriais

O pré-candidato do Partido Novo sustentou a adoção da nova tecnologia como opção para dinamizar os serviços que hoje sãp oferecidos pelos cartórios
(Foto: Reprodução / El País)

O engenheiro João Amoedo, pré-candidato à presidência pelo Partido Novo, defendeu nesta quarta-feira (2) uma alteração fundamental nos serviços atualmente oferecidos pelos cartórios. A ideia é adotar a tecnologia blockchain para digitalizá-los.

“Sou a favor da digitalização dos serviços cartoriais, por meio de tecnologias seguras e transparentes (como o blockchain). Com menor burocracia, a digitalização simplificaria e facilitaria os negócios do dia a dia para todos, com menores custos”, ele publicou no Facebook, juntamente com o link de uma matéria do Valor Econômico sobre os cartórios, afirmando que a “indústria dos cartórios” cresceu quase 12%, faturando impressionantes R15,7 bilhões no ano passado. [1]

O blockchain (“protocolo da confiança”) é uma tecnologia que consiste em fazer uso de bases de registros e dados para criar um índice geral para transações ocorridas em um determinado mercado, visando a descentralização como medida de segurança. É uma forma de fazer com que a dinâmica no meio em que é empregado se torne independente de terceiros – no caso, os cartórios.

Confira o post:

[wp_ad_camp_1]

[wp_ad_camp_3]

Compartilhe essa notícia:

Assine o Boletim da Liberdade e tenha acesso, entre outros, às edições semanais da coluna panorama

plugins premium WordPress
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Are you sure want to cancel subscription?