fbpx
PUBLICIDADE

Câmara dos Deputados promove encontro para debater tecnologia do bitcoin

'Blockchain Painel' ocorrerá no Rio de Janeiro e reforça o olhar do Poder Público sobre a tecnologia do blockchain, que tem potencial para melhorar a gestão pública, o desenvolvimento e até o combate à corrupção
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação
PUBLICIDADE

Dentre as principais inovações trazidas pelo bitcoin, está a rede blockchain e seu potencial de atuar como mecanismo de confiança digital descentralizado.

PUBLICIDADE

Diante desse cenário, a Câmara dos Deputados, por iniciativa do deputado Otavio Leite (PSDB), organizará um encontro sobre o tema no Rio de Janeiro no dia 25 de maio (sábado).

A ideia, segundo a divulgação, é “debater o uso do Blockcain na gestão pública, no desenvolvimento econômico e no combate à corrupção”.

PUBLICIDADE

O evento, que será realizado na PUC-Rio, na Gávea, promete reunir “representantes do Poder Público e de organizações da sociedade civil”. As inscrições são gratuitas e devem ser feitas por esse link.

Bitcoin, Blockchain e o movimento libertário

Uma das primeiras comunidades a abraçarem a promessa do bitcoin de se estabelecer como uma moeda digital, sem controle estatal, foi o movimento libertário norte-americano.

Leia também:  Começa a tramitar PEC que aumenta número de ministros do STF

Em sequência, grupos e entidades libertárias de todo o mundo decidiram propagar a moeda, que se difundiu e multiplicou de valor.

PUBLICIDADE

No Brasil, um dos primeiros entusiastas da moeda foi o youtuber Dâniel Fraga, popular em 2012. Além de anarcocapitalista ferrenho, Fraga protagonizou debates em defesa da criptomoeda enquanto ela ainda valia menos de R$ 500. No momento da publicação desta matéria, cada unidade de bitcoin – que também pode ser comprada parcialmente – está cotada em cerca de R$ 35 mil.

De lá para a cá, com o desenvolvimento da moeda, houve o surgimento das primeiras organizações brasileiras especializadas no mercado. Muitas delas passaram a apoiar e patrocinar também organizações liberais.

Leia também:  Liberais divergem sobre necessidade de convocação de Guedes

Recentemente, a Atlas Project – que possui uma plataforma automatizada que ajuda a render bitcoins – foi uma dos patrocinadores do Fórum da Liberdade, em Porto Alegre. A FoxBit, corretora de bitcoins, também tornou-se uma das patrocinadoras das recentes conferências regionais do Students for Liberty Brasil.

PUBLICIDADE

Compartilhe essa notícia:

Leu até aqui? Siga nas redes!

MARCAS APOIADORAS

Podcast

O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama

Are you sure want to unlock this post?
Unlock left : 0
Você tem certeza que deseja cancelar sua assinatura?