fbpx
PUBLICIDADE


Bene Barbosa responde a tweet do Papa Francisco sobre armas

O diretor do Movimento Viva Brasil e grande defensor da causa do direito ao porte de armas usou um versículo bíblico em resposta ao papa

- Publicado no dia
(Foto: Reprodução / Santuário de Fátima)

Neste domingo (29), o tema do desarmamento esteve em voga na página oficial em português no Twitter de Sua Santidade, o Papa Francisco. Para desgosto de muitos defensores do direito ao porte de armas, ele defendeu que estaríamos melhor nos livrando das armas. Naturalmente, Bene Barbosa, grande militante da causa, não deixou passar.

O papa escreveu que, se quisermos realmente a paz, devemos “banir as armas para não ter que viver no meio da guerra”. Bene, liderança do Movimento Viva Brasil, não perdeu tempo e respondeu ao tweet do papa com uma citação bíblica: “Naquele tempo não havia nem mesmo um único ferreiro em todo o território israelita, porquanto os filisteus haviam proibido os hebreus de fazer espadas e lanças (1 Samuel 13: 19-20)”.

Confira:


PUBLICIDADE



★ ★ ★

Se você acompanha e aprecia o trabalho jornalístico do Boletim da Liberdade, e valoriza a importância de existir um veículo profissional com viés liberal, pedimos que:

➡ Considere fazer uma assinatura solidária ao Boletim. Com uma contribuição mensal, você ajuda que o site continue no ar e possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos. Curta nossas publicações, compartilhe-as para seus amigos e fale do site para conhecidos e familiares liberais. Toda ajuda faz diferença.

Curta nossa página no Facebook

Notícias no WhatsApp
O Boletim da Liberdade abriu mais um grupo no WhatsApp para recebimento de conteúdos especiais. Mas entre logo: é por tempo limitado. Participe apenas caso tenha interesse em notícias sobre política e economia com um viés liberal. Clique aqui para entrar.
Siga-nos no Twitter

Comentários


Receba nosso conteúdo por e-mail



PUBLICIDADE
error: Não é permitida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização.