fbpx
PUBLICIDADE

Presidida por Gustavo Franco, Fundação NOVO vai mudar de nome

Organização está em fase de consolidação e vem sido liderada pelo ex-presidente do Banco Central, Gustavo Franco; em março, foi inaugurado um site com espaço para articulistas
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A Fundação NOVO, braço de fomento à educação, discussão e políticas públicas do Partido Novo, anunciou que mudará de nome em breve. Para definir sua nova identidade, o partido está pedindo sugestões de filiados e apoiadores através de um formulário na internet.

Em publicação no Facebook, internautas chegaram a sugerir nomes como “Fundação Roberto Campos”, “Fundação John Locke” e até mesmo “Fundação John Galt”, em referência ao principal livro da escritora russo-americana Ayn Rand. [1]

Em março, a organização educacional – que todos os partidos políticos precisam ter por lei – inaugurou seu site oficial. Dentre outras áreas, há um campo para articulistas onde já estão listados nomes como Joel Pinheiro da Fonseca, Marcel van Hattem e Bolívar Lamounier. [2]





“A Fundação NOVO é um lugar onde vão estar as ideias dos filiados e apoiadores. Mas não é um livro fechado: é um acervo vivo, interativo e refletindo os pensamentos, ídas e voltas de todos esses que estão envolvidos em fazer um Brasil melhor em torno do Partido Novo”, disse Gustavo Franco, ex-presidente do Banco Central e presidente da fundação, em vídeo. A organização passou a ter também como coordenadora Priscila Pinto, diretora-executiva do Instituto Millenium. [3]





O Boletim da Liberdade tem um propósito: reportar diariamente fatos sobre a liberdade no Brasil e no mundo…

mas nós precisamos da sua ajuda para continuar esse trabalho.

➡ Se você consome e aprecia nosso conteúdo, considere fazer uma assinatura. Com a sua contribuição mensal, você ajuda a manter o site no ar (os custos são realmente altos) e ainda possibilita o nosso crescimento. Além disso, recebe benefícios exclusivos. Temos vários projetos na mesa que só serão viabilizados com maior quantidade de assinantes. Saiba mais e assine agora mesmo.

➡ Siga e interaja em nossas redes sociais (Facebook, Twitter e Instagram), inscreva-se em nossa newsletter gratuita semanal e entre em nosso grupo do WhatsApp para recebimento de conteúdos.

Colunas mais recentes

Assine o Boletim da Liberdade e receba todas as segundas-feiras a coluna Panorama